Controle de volumes e filtros.

NÍVEL: AVANÇADO

Controle de volume

No esquemático apresentado no tutorial sobre os osciladores vimos o oscilador conectado diretamente a saída de audio. Existe ai um problema. Sem um controlador de volume  oscilador, o sintetizador estará sempre produzindo som! 

 

Para corrigir esse problema, precisamos adicionar um módulo chamado de Amplificador Controlado por Tensão, ou VCA. A função de um VCA é aumentar ou diminuir o volume, freqüentemente chamado de amplitude ou nível , de um sinal. Essencialmente, um VCA é um botão de volume. Os osciladores e outros módulos de geração de som estão sempre produzindo som, e os VCAs mantêm o nível baixo quando você não está tocando.

Em sintetizadores analógicos, os VCAs são controlados por fios que transportam corrente elétrica. Não há fios reais carregando tensão dentro de um sintetizador virtual, mas as pessoas geralmente chamam VCAs de controle de amplitude virtual de qualquer maneira. Com muitos sintetizadores, a maioria dos VCAs está sob o capô e não precisamos nos preocupar muito sobre onde eles estão ou como eles são controlados, mas é importante saber como eles funcionam.

Vamos adicionar um VCA ao nosso esquemático agora. Isso significa adicionar um novo módulo e mais alguns cabos, mas não se preocupe, eles são explicados logo após o diagrama.

Som DEMO - VCA
00:00 / 00:00

O cabo "gate" do esquemático acima, que vai do teclado para o VCA, é um sinal que envia uma das duas mensagens para o VCA: "on" se uma tecla for pressionada e "off" se nenhuma estiver pressionada. Quando o sinal do gate está off, não ouvimos nada. Quando o sinal do gate estiver on, o VCA deixará o ruído do oscilador passar para a saída de áudio. O cabo de "velocidade" envia um nível para o VCA que corresponde à força com que atingimos a tecla e controla o nível de volume da saída. Se pressionarmos uma tecla com muita força o volume da saída será mais alto do que se pressionássemos a tecla suavemente.

O controlador de volume para o sintetizador Operator pode ser encontrado em cada um dos seus osciladores. na imagem abaixo vemos o oscilador A e o controle de volume "Level".

Nos sintetizadores Serum e Massive o controle de volume também está localizado na sessão dos osciladores. Eles estão representados pelo nome "Level".

Os filtros

 

Os filtros são uma das partes mais importantes da criação de som e são a base de todo o conceito de síntese "subtrativa". Os filtros fazem exatamente isso - eles filtram parte do som, deixando-o com uma parte reduzida, o que soa muito diferente da porção inteira.

 

O controle principal em qualquer filtro é a frequência do filtro, ou "corte", que é o ponto chave no qual todas as freqüências são cortadas - seja em todas as freqüências que estão acima, abaixo, entre ou fora do ponto de corte. 
 

Filtros Low Pass e High Pass.

Um filtro Low Pass permite que baixas freqüências passem pelo filtro e bloqueiem altas freqüências, fazendo com que o som pareça abafado. O intervalo de freqüências bloqueado por um filtro é chamado de "Stop Band". O intervalo de freqüências permitido para passar pelo filtro é chamado de "Pass Band". 

 

A transição da banda de passagem para a banda de parada é gradual e acontece em um intervalo chamado "Transition Band". 

 

A largura da banda de transição depende da taxa na qual o filtro reduz o sinal. Essa taxa é chamada de declive , que é medida em decibéis por oitava. 

 

A frequência em que o filtro reduziu o nível do sinal para cerca de sete décimos do seu nível original é chamada de "Cutoff Frequency". Um filtro High Pass faz o oposto de um filtro Low Pass: bloqueia freqüências baixas e permite a passagem de altas freqüências.

Assim como no tutorial sobre osciladores vamos ver agora onde se encontram as sessões de filtros no sintetizadores Operator, Serum e Massive.

No Operator a sessão de filtro fica ao lado direito do display central.

Para ligar ou desligar o filtro usamos o botão quadrado ao lado do nome "Filter". Quando ligado este botão irá ficar com a cor laranja. Logo abaixo do mesmo temos os botões "12" e "24" que representam a taxa de declive, onde 12 será um declive menor e 24 um declive maior.

Os tipos de de curva do filtro são selecionados logo ao lado do botão que liga e desliga a sessão de filtro do Operator. Geralmente por padrão a curva fica pré-definida em "Low Pass" e para alterar basta clicar sobre a seta ao lado do desenho da curva.

As duas primeira curvas são as explicadas acima, Low Pass e High Pass. As demais curvas vamos explicar adiante neste tutorial. Logo abaixo da caixa de seleção das curvas de cortes encontramos uma segunda caixa de seleção que traz opções de emulação analógica de circuitos. Essa sessão permite escolher diferentes tipos de filtros encontrados em hardwares clássicos analógicos e trazem sonoridades diferentes para o filtro.

A direita de ambas as caixas de seleção temos o botão "Freq" onde escolhemos a frequência de corte. Por último temos o botão "Res" por onde podemos ajustar um nível de ressonância para o filtro.

Faça um teste escolhendo primeiro um tipo de onde como a sawtooth, ligando o filtro, defina a curva low pass e altere o controle "Freq".

No sintetizador Serum o filtro também fica ao lado direito da interface do plugin.

Para ligtar o filtro ative o botão quadrado ao lado do nome "FILTER". Logo abaixo temos a área por onde escolhemos as curvas do filtros, clique sobre ela para abrir a lista.

Como o Serum é um sintetizador mais completo temos vários tipos de filtros além do normais. Temos também mais variedades de declive, de 6 até 24 db por oitava. No display podemos ver o desenho da curva escolhida.

Abaixo do display temos os controles do filtros como "cutoff", "res", "drive", "pan" e outros. Os tutorias do site na parte "Sound Design" vão apresentar tais controles quando o sintetizador em foco for o Serum. Por hora os controles básicos de cutoff e ressonância já serão o suficiente para nosso estudos de síntese sonora.

Assim como indicamos no Operador faça alguns testes escolhendo uma forma de onde e usando os filtros para ouvir os resultados.

Por fim no sintetizador Massive temos dois filtros no centro da interface do plugin.

Usaremos somente o primeiro e provavelmente em tutoriais futuros em "Sound Design" aqui no site veremos o uso de ambos os filtros em conjunto.

Para ligar os filtros no Massive use o botão circular ao lado do nome "FILTER1". Logo ao lado temos a área por onde escolhemos o tipo de curva do filtro.

No Massive os filtros são mais simples em relação ao Serum, contendo curvas básicas e outras um pouco mais diferentes. Escolha uma curva e use os controles "Cutoff" e "Resonance" para os testes.

Filtros Band Pass e Notch

Um filtro Band Pass é como um Low Pass e um filtro High Pass usado em combinação. Isso permite  isolar um grupo de freqüências para passar enquanto todo o resto é cortado. Um filtro Notcho de é o oposto de um filtro Band Pass: uma banda de freqüências é bloqueada enquanto todo o resto é liberado.

Propriedades dos filtros

Os filtros possuem vários atributos sobre os quais temos algum controle. Para filtros low pass e high pass, podemos mudar a frequência de corte (botão Freq), permitindo o controle da faixa de frequências afetadas. Um som de lead de um sintetizador sendo filtrado com uma curva low pass se movendo lentamente do alto para baixo e de volta ao alto é uma técnica popular usada em música eletrônica.

Com os filtros band pass e notch, em vez de alterar a frequência de corte, alteramos a frequência central e a largura da banda afetada.

Com alguns filtros, também podemos alterar a inclinação, o que determina a rapidez com que as frequências de banda de parada são reduzidas em nível.

Muitos filtros permitem uma mudança na ressonância ou Q (botão Res) . A ressonância ocorre quando o som na banda de passagem perto da frequência de corte é enviado de volta para o filtro, criando feedback. A quantidade de feedback afeta o volume dessas freqüências, bem como o timbre do som. Uma caixa de efeito wah-wah por exemplo é um filtro ressonante de baixa passagem com um pedal que controla a frequência de corte.

Além dos filtros nativos dos próprios sintetizadores também encontramos plugins que oferecem por exemplo emulações dos clássicos filtros da década de 70. Os plugins "Moog Multimode Filter Collection" da Universal Audio e "Mini-Filter" da Arturia são este tipo de plugin que trouxeram para o mundo virtual a emulação do clássico filtro dos sintetizadores Moog.

Vamos adicionar um módulo de filtro low pass ao nosso esquemático de sintetizador. Vamos colocá-lo entre o oscilador e nosso VCA. Dependendo de como nós o controlamos, este filtro pode fazer todos os tipos de alterações ao nosso som de sintetizador, desde diminuir suavemente a aspereza das altas frequências até produzir uma variedade de efeitos especiais mais intensos.

Som DEMO - Filtro
00:00 / 00:00

Concluímos aqui a segunda parte do estudo sobre os componentes de um sintetizador. Entendemos a função do controlador de volume e os filtros. No próximo tutorial veremos os controladores de sinais e envelopes.

Esperamos que este tutorial ajude no seus estudos sobre sínteses sonora e não deixe de compartilhar com os amigos produtores que possam se interessar pelo assunto.

Equipe IME.

PRODUÇÃO MUSICAL
ABLETON LIVE 9 - LEVEL 1

 

Curso indicado para iniciantes, dj's e produtores que buscam um conhecimento completo e prático sobre gravar, editar e tocar músicas com Ableton Live. Ao término deste módulo o aluno estará apto a montar seu próprio home-estúdio e produzir sua idéias musicais utilizando os recursos e ferramentas que o Ableton Live oferece.

 

Clique aqui para maiores detalhes sobre o curso de produção com ênfase no software Ableton Live 9 e informações sobre datas, valores e formas de pagamento.

 

Redes Socias

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Ícone do App Instagram

 Rua: Alceu Wamosy, 26, Vila Mariana - CEP: 04105-040 - 

Segunda-Sexta 10:00am-10:00pm, Sábados 09:00am-8:00pm