SOUND DESIGN -  Criando linha de baixo para Psytrance com Operator.

NÍVEL: AVANÇADO

Este é o segundo tutorial da série onde abordamos o desenvolvimento de sons e timbres a partir de um sintetizador. Aqui veremos como criar um timbre de baixo para o estilo musical Psytrance, utilizando o instrumento nativo do Ableton Live "operator".

 

Visão geral do operator

 

O instrumento operator é o sintetizador mais completo do Ableton Live. Com ele podemos gerar diferentes tipos de sinteses sonoras como a subtrativa, aditiva ou FM.

Ao lado esquerdo do instrumento vemos os osciladores (A,B,C e D), cada um contendo seus controles independentes de volume, coarse (oitavas), fine (ajuste fino) e on/off do oscilador (letra).

No centro temos a janela "global control" contendo os parâmetros de cada sessão do operator. Ao clicar em uma das sessões do operator, seja um oscilador ou de modulação, veremos os parâmetros do mesmo na janela global control.

O lado direito do operator temos as sessões de modulação, são elas: LFO "Low Frequency Oscillator" que gera movimentos na onda sonora, Filtro, pitch envelope e sessão global.

Primeiros passos 

Agora vamos ao tema principal do tutorial. Inicialmente abra um canal MIDI e nele insira o instrumento operator. Em seguida desligue os osciladores B,C e D pois para gerar o timbre de baixo que queremos vamos usar apenas um oscilador. Na sessão do oscilador vamos apenas deixar o controle de volume ajustado no máximo.

Modulação do timbre

 

Ainda com o oscilador selecionado, vamos trabalhar nas janela de controles globais.

Aqui vamos escolher primeiro o tipo de onda que será trabalhada para alcançar o timbre final desejado, neste caso escolhemos a "Sw64" na sessão "Wave". Você pode escolher outra opção de onda dentro das opções "Sw". Em seguida clique sobre o botão "Envelope" onde vamos trabalhar o envelope do oscilador. Neste ponto trabalhamos apenas os ajustes nas sessões "Decay", "Release", "Sustein" e "Vel". Deixe mais ou menos nos mesmos valores igual a imagem acima, lembrando que você pode ir ajustando de acordo com o seu gosto pessoal.

Agora vamos selecionar a sessão "Filter" do operator onde iremos trabalhar os ajustes de filtro e o envelope do filtro.

Inicialmente deixe o corte do filtro em "12" e os demais controles como na imagem acima. Na janela de controles globais podemos ver agora os controles de envelope do filtro. Siga igualmente os ajustes como na imagem e vá experimentando até chegar em um timbre mais adequado a sua necessidade.

Agora vamos para a próxima sessão "Pitch Env".

Aqui ajuste o controle de "Transpose" para -12 semi-tons e na janela de controles globais siga igual a imagem acima. Logo abaixo da sessão de "Pitch Env" deixe também os controles de "Time", "Tone" como na imagem. O controle de "Volume" é o volume geral do operator, ajuste de acordo com a sua necessidade. Perceba que a sessão de LFO está inativa, não usaremos para este timbre.

Ok, agora o timbre já está em 90% do desejado, faltando apenas alguns ajuste de equalização e coloração. Antes de seguir para essa etapa vamos criar o MIDI clip no canal e escrever as notas para ouvirmos o resultado do que estamos criando no sintetizador.

Ajuste o grid para 1/32 e escreva as notas na oitava C2. A nota fica a escolha, neste caso usamos a nota LÁ. O velocity não foi trabalhado mais você pode ajustar como preferir. Pronto, agora já é possível ouvir o resultado dos ajustes realizados anteriormente no operator.

Compressão, EQ e coloração 

 

Agora vamos trabalhar os detalhes de compressão, equalização e efeitos (coloração). Insira primeiramente o equalizador "EQ Three" no canal do baixo. Com este equalizador vamos reduzir (tirar) um pouco das frequências Low, Mid e Hi. Como na imagem abaixo reduza nas três frequência mais ou menos -7db. Percebemos ai que agora o timbre já irá ficar um pouco mais equilibrado, principalmente nos graves. 

Em seguido vamos inserir o segundo equalizador, o "EQ Eight"

Neste equalizador estamos aumentando um pouco (entre 2 a 3 db) de sub-grave em torno dos 60Hz e reduzindo em torno de 4 a 7Khz. Na imagem acima também podemos ver uma redução nos agudas, por volta de 10Khz. Inicialmente você pode seguir como na imagem acima mas aqui também pode ser realizada uma equalização mais de acordo com o seu gosto.

Agora vamos inserir um pouco de coloração e a dica neste caso fica com o efeito "Redux", nativo do próprio Ableton Live. O redux recria uma redução na taxa de bits (bit-depth) que deixa o som mais degradado.

Deixe o redux em modo "Hard" e ajuste o downsample em 4. Pronto, agora o baixo já terá um timbre mais diferenciada com este efeito por cima.

Podemos então partir para o final inserindo a compressão. Na verdade a idéia não é uma compressão normal para trabalhar a dinâmica do som, mas sim uma compressão em sidechain para o efeito pumping. Aqui neste outro tutorial explicamos tudo sobre a compressão em sidechain, confere lá.

Esperamos que este tutorial ajude a todos que trabalham em cima deste gênero musical tão difundido aqui no Brasil e ao redor do mundo. Aguardem que logo viram mais tutoriais sobre o estilo psy/progressive trance.

Bons estudos e boas produções!!!

  • Facebook
  • Twitter
  • Instagram
CURSO PRODUÇÃO MUSICAL
ABLETON LIVE 10 - LEVEL 1

 

Curso indicado para iniciantes, dj's e produtores que buscam um conhecimento completo e prático sobre gravar, editar e tocar músicas com Ableton Live. Ao término deste módulo o aluno estará apto a montar seu próprio home-estúdio e produzir sua idéias musicais utilizando os recursos e ferramentas que o Ableton Live oferece.

Clique aqui para maiores detalhes sobre o curso de produção com ênfase no software Ableton Live 9 e informações sobre datas, valores e formas de pagamento.

 
PRECISA DE AJUDA?

Entre em contato

Via Whatsapp:

+55 11 98364-2226

Ou pelo Telefone:

+55 11 3895-8085
 

E-mail: contato@ime.mus.br

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Ícone do App Instagram

IME - Instituto de Música Eletrônica

Rua Alceu Wamosy,26, Vila Mariana, São Paulo - SP

CEP: 04105-040

CNPJ 28.085.530.0001-07

FADER BRANCO.png